Hiv
Hiv
AIDSEspecialista em Aidsespecialista hivHIVhiv spo que é hivSintomas HIV/AIDSTeste HIVtransmissão HIVTratamento HIV

HIV – Saiba Mais!

145visualizações

HIV é a sigla correspondente ao termo ‘vírus da imunodeficiência humana’ (human immunodeficiency virus), o causador da AIDS. O HIV é uma infecção sexualmente transmissível (IST), ou mais raramente por contato com o sangue infectado, e pela transmissão vertical (ocorre durante a gravidez), mas não em todos os casos.

Este vírus é responsável por destruir o sistema imune dos portadores, quando não é feito o tratamento adequado. Isso torna o organismo suscetível a contrair outras doenças oportunistas, visto que ele se encontra em um estado de vulnerabilidade.

É importante frisar que 99% das grávidas infectadas com o vírus HIV, não transmitem o vírus para seus filhos se seguirem o tratamento correto de acordo com a recomendação do pré-natal, parto e pós-parto.

HIV – O Diagnóstico

O diagnóstico do HIV é feito mais comumente por teste de sangue e saliva, pois esses exames testam os anticorpos e procuram pelo vírus. O corpo humano demora cerca de 12 semanas para começar a desenvolver os anticorpos para combater o vírus.

Há outro teste que age de maneira mais rápida: ele procura por antígenos do HIV, que são proteínas produzidas imediatamente pelo vírus após a infecção. Esse exame pode confirmar a infecção mais rapidamente, além de permitir que o tratamento seja feito de forma ágil, sendo assim mais eficaz.

No Brasil esses testes são oferecidos gratuitamente, mas há outras alternativas, como:

  • Teste de Farmácia: Há a possibilidade de realizar o teste de farmácia, que custa em média de R$70 a R$90. O teste vem junto do dispositivo, líquido reagente, lanceta para retirar sangue do dedo, sache de álcool, e um capilar (tubo para coleta de sangue). Em 20 minutos sai o resultado, se for negativo, é recomendado realizar novamente após 30 dias, e de novo até que se atinja 120 dias, período da exposição do vírus.

Todos os testes realizados no Brasil precisam de no mínimo 30 dias após a suposta situação de risco, pois os exames necessitam da janela imunológica.

Hiv
Hiv

HIV – O Tratamento

Infelizmente, ainda não há cura para HIV, mas a infecção é tratada a partir de medicamentos que atuam para controlar o vírus. Além de agir impedindo a multiplicação do HIV no organismo, o tratamento também auxilia a evitar que o sistema imunológico seja enfraquecido. O Tratamento é chamado de Terapia Antirretroviral.

A partir de 1996, todos os brasileiros que necessitam do tratamento passaram a receber de forma gratuita os ARV (como são chamados os antirretrovirais). Existem 22 medicamentos diferentes.

No entanto, o tratamento pode ser difícil, visto que requer o comprometimento de tomá-los todos os dias no mesmo horário, é extremamente importante continuar visitando médicos para monitorar o tratamento e o desenvolvimento do vírus. Ademais, cada medicamento possui seus efeitos colaterais, como:

  • Náuseas: também conhecida como enjoo corresponde a uma sensação desagradável de desconforto e mal-estar, que em muitos casos causa uma forte vontade de vomitar.
  • Vômitos;
  • Diarreia: condição médica que provocam movimentos intestinais aquosos ou pouco consistentes por dia. Pode durar alguns dias e provocar desidratação, causada pela grande perda de líquidos nas fezes.
  • Doenças cardíacas;
  • Ossos enfraquecidos ou a perda dos mesmos;
  • Enfraquecimento do tecido muscular;
  • Níveis de colesterol anormais;
  • Altos níveis de açúcar no sangue.

Após receber o diagnóstico da infecção por HIV/AIDS, o paciente deve marcar ou pode ser encaminhado para uma consulta com um Especialista na área de Infectologia. Estou aqui para ajudar a prolongar a vida e manter a qualidade para que sua saúde permaneça praticamente intacta.