Sintomas AIDs/HIV como saber se estou com AIDS/HIV
Sintomas HIV/AIDS

18 sintomas da AIDS/HIV Mais Comuns Não Devem ser Ignorados

Teve uma relação sexual com desconhecido ou contato com sangue ou ferida com desconhecido... saiba aqui os sintomas da aids/hiv

601visualizações
5 min leitura

A AIDS/HIV é uma doença silenciosa muito perigosa, que tem crescido assustadoramente ao redor do mundo pois, infelizmente, boa parte das pessoas contaminadas não sabe que está com a doença.

No nosso país, a cada 5 pessoas contaminadas, apenas uma tem consciência da doença hiv.

Isso acontece porque muitos dos sintomas da AIDS podem ser confundidos com doenças comuns, do dia a dia, sendo tratados indevidamente.

Nesse artigo, nós vamos mostrar para vocês 18 sintomas da AIDS que normalmente são ignorados. Acompanhe!

Sintomas AIDs/HIV como saber se estou com AIDS/HIV

O que é a AIDS/HIV

AIDS ou SIDA, em português, significa Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, causada pelo vírus que destrói as células e reduz a imunidade, o HIV.

Nosso organismo ainda não consegue reagir ao vírus, sendo confundido inicialmente com gripe, com seus típicos sintomas, seja febre, cansaço ou mal estar. Muitas vezes, a pessoa pode ter o vírus mas não ter ainda manifestado a doença.

Por apresentar sintomas comuns, fica difícil o diagnóstico, podendo passar anos até que uma pessoa possa ser diagnosticada com a doença, fase conhecida por incubação.

Por isso é fundamental se precaver, utilizando preservativos em todas as relações íntimas.

Para detectar a doença sintomas aids/hiv é necessário um exame de sangue, onde serão contados os linfócitos CD4 e se esses estiverem abaixo de 200/mm³, ela será confirmada. Muitas doenças se aproveitam da queda de imunidade para se alojar no organismo do paciente, dificultando ainda mais o diagnóstico.

18 Sintomas da AIDS/HIV

Fique por dentro desses 18 sintomas da AIDS, normalmente confundidos com outras doenças.

1. Primeiros Sintomas da AIDS/HIV

Muito parecidos com a gripe ou um resfriado mais forte. Dores de cabeça, febre, cansaço, entre outros.

2. Febre por mais de 3 dias

Febre muito alta, a partir de 38° C, por mais de 3 dias consecutivos, é um dos sintomas normalmente confundidos, que podem levar o paciente a não buscar o diagnóstico.

3. Tosse seca e pigarro

Muita tosse sem secreção, garganta irritada, pigarro, amídalas inchadas e outros sintomas de faringite podem ser consequência da contaminação por HIV.

Sintomas AIDs/HIV como saber se estou com AIDS/HIV

4. Sudorese pela noite

Se uma pessoa normalmente tem esse sintoma e já fez exames, tudo ok. Mas quando parece iniciar sem causa aparente, é bom investigar. O suor excessivo durante a noite é um dos sintomas normalmente ignorados por portadores de HIV.

5. Dores musculares

Dores nos músculos sem uma causa provável podem ser sinal de AIDS, principalmente se acompanhadas de cansaço e mal estar.

6. Dores articulares

Assim como as dores musculares, as articulares também podem ser sinais do corpo para a contaminação com o HIV.

7. Pontos vermelhos e feridas na pele

Home de Tudo sobre a AIDS/HIV

Muito importante analisar a aparência da nossa pele. O que pensamos ser somente uma alergia boba ou resultado de má alimentação pode ser algo mais sério.

No caso da AIDS, as manchas começam a aparecer cerca de 2 a 3 dias depois da febre, ficando na pele por até 8 dias. São manchas ou pontinhos redondos e uniformes, pequenos – no máximo 1 cm. Localizam-se geralmente no tórax, pescoço e rosto.

8. Doenças camufladas

Aproveitando a baixa imunidade do organismo, doenças como hepatite viral, tuberculose, pneumonia e toxoplasmose podem aparecer. Isso geralmente acontece no período pós incubação, quando a defesa já está comprometida.

9. Fungos nas unhas

As unhas costumam nos falar sobre a saúde do corpo. Problemas como fungos nas unhas, divisão, descoloração, linhas escuras e outras alterações podem mostrar a baixa imunidade e provável relação com a contaminação por HIV.

10. Problemas cognitivos

Falta de concentração, confusão, demência, falta de memória e problemas comportamentais podem indicar uma contaminação antiga por HIV, podendo levar até mesmo a problemas de coordenação motora fina e fala.

11. Exaustão

Sentir-se sempre extremamente cansado, sem energia, é um dos sintomas silenciosos da AIDS, muitas vezes confundido com stress ou depressão.

12. Perda de peso

Não estamos falando daqueles quilinhos que muita gente briga para eliminar, e sim de perda brusca de peso, nada saudável. Isso acontece geralmente pelas constantes crises de diarreia e vômitos ou enjoos, que também prejudicam a alimentação. sintomas aids/hiv

13. Candidíase

Normalmente, a cândida é encontrada em nosso corpo, desde crianças. Ela é a responsável pelo famoso sapinho nos pequenos. Mas quando o organismo está sem defesas, ela pode se tornar crônica, gerando a candidíase oral ou genital, que só faz piorar o quadro do enfermo.

14. Diarreia e enjoos – Sintomas Aids/HIV

Na fase inicial da AIDS, cerca de 30 a 60% dos pacientes relatem a presença de enjoo, vômito e diarreia, não conseguindo solução através dos meios normais de combate, pois o organismo está muito fraco. Durante o tratamento também podem ser constantes.

15. Aftas

Contaminações virais são muito comuns em portadores do HIV. Problemas como aftas, candidíase, infecções de boca ou esôfago são muito desconfortáveis e podem aparecer devido a imunidade baixa. São de difícil tratamento, mas conseguem se curar.

16. Furúnculos

Além dos pontinhos ou manchas vermelhas, podem aparecer erupções com pus, a exemplo de furúnculos. Podem ser áreas rosadas que coçam, nos braços ou tronco. Surgem sem motivo e são de difícil tratamento.

17. Formigamentos

Pés e mãos formigando são características oriundas de uma neuropatia periférica. O que ocasiona isso é a danificação dos nervos, sendo ignorada e tratada geralmente com analgésicos e anticonvulsivantes.

18. Menstruação irregular

Com consequência da perda excessiva de peso e infecções pelo corpo, a probabilidade de que a menstruação se torne irregular é grande, acontecendo geralmente em fases mais avançadas da doença.

AIDS/HIV tem cura?

Infelizmente ainda não foi descoberta a cura para a doença, mas há a possibilidade de uma vida normal, dados os devidos cuidados. O paciente deve fazer exames regulares e tomar um coquetel de medicamentos para ajudar a controlar a doença, como o Efavirenz, Lamivudina e o Viread.

O mais importante é se prevenir e evitar que esse vírus tome conta do seu organismo. Então vamos sempre lembrar da segurança e prevenção, ok?

Gostou do artigo? Compartilhe!

Leave a Response

Após receber o diagnóstico da infecção por HIV/AIDS, o paciente deve marcar ou pode ser encaminhado para uma consulta com um Especialista na área de Infectologia. Estou aqui para ajudar a prolongar a vida e manter a qualidade para que sua saúde permaneça praticamente intacta.